Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

As varandas... partes comuns vs partes próprias

As varandas, como componentes da fachada do edifício, são partes comuns.

Porém, regra geral, o que da varanda está exclusiva e comprovadamente ao serviço do condómino proprietário da fracção autónoma que lhe dá acesso, isto é, a sua base, a sua parte interior, é uma parte própria (não comum).

Conquanto, sendo as obras, a reparar nas varandas, consistentes em fendas pronunciadas ("rachas"), resultantes, não do uso normal das mesmas, mas de deficiência na construção das paredes externas, a necessitar de obras de reparação, todos os condóminos devem participar no custo das mesmas, na proporção do valor das suas fracções autónomas.

 

Os tubos de descarga das águas pluviais, afectos a um fim comum, são considerados partes imperativamente comuns (cfr. art.º 1421.º, n.º 1, alínea d), do Código Civil), mas logo que as suas derivações entrem em parte própria, em parte do prédio que está exclusiva e comprovadamente ao serviço de determinada fracção autónoma, passam a ser elementos privativos da própria fracção e, como tal, propriedade exclusiva do respectivo condómino proprietário, recaindo sobre ele o dever de proceder, a expensas próprias, à manutenção e/ou reparação da derivação do tubo de descarga das águas pluviais colocado na base ou no interior da varanda (cfr. art.º 1422.º, n.º 2, alínea a), do Código Civil), e de indemnizar os danos que a ausência ou deficiência na manutenção e/ou reparação ocasione noutras fracções autónomas e/ou nas partes comuns do prédio (cfr. designadamente o art.º 493.º do Código Civil).

 

(Proibida a reprodução, no todo ou em parte, sem prévia autorização expressa, por escrito, do autor)


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

GOSTO

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

Seguros

Reparação de automóveis

Oficinas

Psicologia

Rádio

Deficientes/PESSOAS com necessidades e/ou dificuldades especiais

Saúde...

SOS Crianças

Serviços de Saúde

Informática e Serviços

Escola de Condução

ONG

VIAGENS

Ascensores

Blog

Protecção Civil

Jurídicos

Advogada - Teresa Carreira

Administração de Condomínios

Futebol

Defesa do Consumidor

ANIMAIS de Companhia

Imobiliário

Livraria Jurídica

Isolamento Acústico

Administração Pública

Evangelização

Temperatura do ar

Click for Lisbon Geof, Portugal Forecast