Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

SUSPENSÃO IMEDIATA DAS NORMAS DO REGIME DE FLEXIBILIZAÇÃO QUE REGULAM A MATÉRIA RELATIVA À ANTECIPAÇÃO DA IDADE DE ACESSO À PENSÃO DE VELHICE...

Decreto-Lei n.º 85-A/2012, de 5 de Abril - Suspende o regime de flexibilização da idade de acesso à pensão de reforma por antecipação, constante do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de Maio, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 64-A/2008, de 31 de Dezembro, salvaguardando a situação dos desempregados de longa duração.

 

O aumento continuado da esperança média de vida da população portuguesa, em especial da esperança média de vida aos 65 anos de idade, coloca problemas de sustentabilidade financeira do sistema de segurança social, em resultado do aumento do número médio de anos de atribuição das pensões de velhice, o que justificou a introdução do factor de sustentabilidade no cálculo das pensões, como um factor correctivo dos efeitos negativos do envelhecimento demográfico.

 

Outra das medidas que permite minorar o impacte do aumento da esperança média de vida na sustentabilidade financeira do sistema de segurança social é o ENVELHECIMENTO ACTIVO, o qual foi incentivado através da bonificação da pensão de velhice no âmbito do regime de flexibilização da idade de pensão de velhice, aos beneficiários que prolonguem a sua vida activa entre os 65 e os 70 anos de idade.

 

Existem, no entanto, em sede do regime de flexibilização da idade de pensão de velhice, mais concretamente no âmbito da pensão antecipada, aspectos que não incentivam ao prolongamento da vida activa e que necessitam de ser corrigidos, os quais necessitam de estudos actuariais, que se encontram em curso, que garantam o adequado equilíbrio financeiro do referido regime.

 

Neste contexto, assumindo-se ainda preocupações de estabilidade orçamental no quadro do Programa de Assistência Económica e Financeira, justifica-se a SUSPENSÃO IMEDIATA DAS NORMAS DO REGIME DE FLEXIBILIZAÇÃO QUE REGULAM A MATÉRIA RELATIVA À ANTECIPAÇÃO DA IDADE DE ACESSO À PENSÃO DE VELHICE, mantendo-se, no entanto, a possibilidade de acesso antecipado à pensão de velhice nas situações de desemprego involuntário de longa duração, nos termos previstos na lei.

 

Os requerimentos de flexibilização da idade de pensão de velhice por antecipação, formulados ao abrigo do n.º 2 do artigo 21.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de Maio, que tenham sido apresentados nos serviços de segurança social até à data da entrada em vigor do presente diploma [6 de Abril de 2012] são apreciados ao abrigo da legislação vigente no momento da sua apresentação.

 

Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de Maio - Define e regulamenta o regime jurídico de protecção nas eventualidades invalidez e velhice do regime geral de segurança social.

 

Lei n.º 64-A/2008, de 31 de Dezembro - aprova o Orçamento do Estado para o ano de 2009.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

VISITAS

VISITAS