Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

Escritos Dispersos

"Todos começamos por ser crianças." "Com tempo, perseverança e esperança, tudo se alcança." À minha mulher e às nossas filhas.

Ausência...

 

Estive doente! Aliás, desde Fevereiro que andei em sucessivos, esgotantes e algo inesperados internamentos hospitalares para tentarem descobrir uma “hemorragia digestiva de etiologia desconhecida”, posteriormente uma “hemorragia obscura” e… finalmente, uma intervenção cirúrgica de urgência… Por esta última estive forçosamente “ausente” nos últimos quinze dias… de casa, das minhas três meninas, da restante família, dos amigos e do trabalho (incluindo o blog) (que se enquadra no meu conceito de trabalho/descontração).
 
Recebi o apoio incansável de toda a família, também de alguns AMIGOS… outros, como é natural, nestes momentos mais dramáticos da vida, nem conseguem saber “exactamente a cama onde nos encontramos internados”“julgam que toda a família desliga telefones, telemóveis e Internet”“não conseguem enviar um simples SMS”… ou “pensam que não gostamos de visitas ou mensagens de apoio”… É uma “cegueira” ou “ignorância” ficcionada… dos pretensos e sempre oportunistas “amigos”
 
Assim, não vos querendo maçar muito (neste dia de feliz regresso (16.05.2008)), aproveito a oportunidade para transmitir um obrigado muito especial a todos aqueles que estiveram - e continuarão - ao meu lado neste período muito difícil (e cheio de incerteza) da minha vida pessoal (afectando também, inevitavelmente, a vida das minhas três meninas), aos médicos, aos jovens estudantes de Medicina (alunos dos 3.º e 5.º anos da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa), que me visitaram enquanto estive internado, fazendo-me boa companhia com as suas extensas e interessantes questões para fins académicos), aos enfermeiros, ao pessoal auxiliar e administrativo, ao padre que nos visitava, aos meus companheiros de internamento (alguns/algumas não sobreviveram, outros/outras poderão ainda não sobreviver), aos seus familiares e às visitas quotidianas. BEM HAJAM TODOS! FORÇA!
 
Depois de grave doença (re) nasce-se outra vez, com um olhar diferente para a vida, tudo parece (re) começar de novo. Vê-se quem nos quer bem! Começamos a esquecer os “restantes”, distinguindo muito claramente o “trigo do joio”.
 
Voltarei devagarinho, na “velocidade” que a melhoria da saúde me permitir.
 
Bem Hajam, caros visitantes! Com votos de saúde para todos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Seguros

Seguros de Vida Habitação

Reparação de automóveis

Oficinas

Deficientes/PESSOAS com necessidades e/ou dificuldades especiais

Saúde...

SOS Crianças

Serviços de Saúde

VISITAS

VISITAS